13 de dez de 2009

O mundo que eu vejo


Meus olhos enxergam um mundo triste,
sem vida, sem cores, sem nada.
As poucas belezas vivas não mais existem
deixando o mundo com uma aparência deformada.
.
Não quero ver esse mundo,
onde toda vida se resume em morte,
onde sobrevive o mais forte
e o mais fraco e morto em um segundo.
.
Calor em neve, chuvas em sertões,
clima seco e molhado ao mesmo tempo!
Enchentes, secas, tornados e furacões,
em um mundo que chora ao soprar do vento.
.
Me doí ver o mundo onde vivo!
Fraco... Quase se acabando,
então, vivo eu me perguntado:
Como ainda sobrevivo?